English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O parvo


Pouca importa
que o pato nade,
o cão late alto,
o gato cace o rato,
o mendigo sussurra.

Se você nem aqui,
está. Nada faz sentido,
nada mesmo. Pois te
esquecer é impossível,
o pensamento sempre
atraí-lhe, como vento
que bate no rosto.

Pouco importa, morena.
em outra acharei, algo,
talvez outra me espera.
Pouca importa, porém
pensamentos criam raízes
e pouca importa tudo a
me redor, apenas você.

Sempre serei o bobão,
enquanto tiver malícia
de cismar na mesma
pessoa, Ah! Um verme!
Que homem nunca teve
atitudes, dessas. Primeiro
nem homem és, e segundo
medíocre ser humano.

(Dom Quixote)

Nenhum comentário:

Postar um comentário