English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 10 de maio de 2012

DANÇA CIGANA


Tenho a sensação de que o fim está próximo, e, de que ela virá ao meu encontro. Dançando como uma cigana, jogando pétalas de rosas no chão ao ritmo do seu balanço. Flertando-me, com todo o seu charme e sensualidade. Completamente Irresistível. Promíscua. Puta! Por que será que ela me deseja ao seu lado? Ter-me, junto ao seu bando? 

Já não sei mais, mas ela está perto de mim. A cada dia, sinto sua presença com maior intensidade. No aroma de um perfume, no cheiro de um cigarro, em um olhar intrigante, ou, num copo de cachaça. 

Ela gosta de invadir meus sonhos. Mas por qual razão? 

- Não compreendo, logo eu que sempre a rejeitei... 

O charme é tanto, que já não mais resisto aos seus truques, ao seu olhar. Bandida! 

- Por que há de fazer isso comigo? 
- A carne é fraca. O espírito? Podre. 

Vive a me arretar, testando os meus limites, o meu fogo, o meu sossego e a minha paz. 

"Você até pode me levar para o infinito; eu, à um orgasmo depressivo." (Pirado dos Pampas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário