English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

domingo, 29 de abril de 2012

O Mestre Beberrão
   
   O mestre e o aprendiz estavam quietos e sentados no seu templo(bar), meditando sobre suas vidas insignificantes e sobre teorias irrelevantes, quando de repente o silêncio se quebra.

- Mestre! Mestre!
- O que houve seu porra?!
- Nada não... deixa pra lá!
- Então enfia os dedos na bunda e rasga seu troxa!
- Mestre! Mestre!
- Ahhh Diabo! O que houve agora?
- Nada não... acho eu que tive um colapso.
 - Puta que me pariu!
 - Mestre! Mestre!
- EEUUUU NÃÃÃOOO ACREDIITO SEU FILHO DE UMA PUTA! ME DIGA AGORA O QUE VOCÊ QUER OU TE CAPOTO NO SOCO! - Disse o mestre com uma tonalidade de voz serena, porém com os seus olhos pegando fogo.
- Tá bom mestre... Gostaria de saber o que tens pra me dizer em relação ao amor, o que é o amor?
- RÁ! RÁ! GLU GLU IÊ IÉ! PEGADINHA DO MALANDRO NÉ? TU NÃO FEZ TODA ESTA BOSTA DE RODEIO PRA ME PERGUNTAR ISSO, FEZ?
- Sim mestre. - TÁ! TÁ! TÁ! VAMOS ESQUECER TODA ESTA BAGAÇA E IR DIRETO AO PONTO... TU QUER QUE EU DIGA COMO EU VEJO O AMOR, É ISSO?
- sim, quero saber como você enxerga o amor.
- O MESTRE ACENDEU UM CIGARRO, OLHOU PARA O APRENDIZ E DISSE: - O AMOR PRA MIM É UMA GRANDE QUANTIDADE DE ESTERCO QUE RESIDE NO CORAÇÃO DE CADA UM. UM DIA... ALGUÉM VEM E FAZ COM QUE TODA ESTA MERDA VÁ PARAR NA SUA CABEÇA. E DAÍ DEPOIS QUE ESTE ALGUÉM FEZ TODA A CAGADA, SE RECUSA A LIMPAR. ENTENDESTE?
- Claro que sim meu divino mestre... então quer dizer que eu sempre devo andar com papel higiênico, NÃO É?
- É! É... PODE SER... PODE SER...

 (Pirado dos Pampas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário