English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

segunda-feira, 30 de abril de 2012



clamor áspero do Palmares que percorreu terras, céus e mares. Compareceu até STJ(Supremo Tribunal de Justiça). Destina-se uma vitória impar da comunidade negra. Isso equivale uma triunfo daqueles séculos de trabalho gratuitos por escravos, jamais foram beneficiados por nada, além de humilhação  por aqueles que os exploraram. Mesmo emancipação dos negros, nada evoluiu , o preconceito existe e é atroz, nesse país. Cotas não são privilégio e sim reparação.Joaquim Nabuco previu: “Essa obra – de reparação, vergonha ou arrependimento, como a queiram chamar – de emancipação dos atuais escravos e seus filhos é apenas a tarefa imediata do abolicionismo. Além dessa, há outra maior, a do futuro: a de apagar todos os efeitos de um regime que, há três séculos, é uma escola de desmoralização e inércia, de servilismo e irresponsabilidade para a casta dos senhores, e que fez do Brasil o Paraguai da escravidão”.
                      "eu me organizando posso desorganizar
                       eu desorganizando posso me organizar
                      eu me organizando posso desorganizar."

Aproveite, a durabilidade deste dia. 
Pois serão escassos no ano. 
Bom feriado, a todos. 

MUITO ALÉM DO CIDADÃO KANE


Este é um documentário que foi produzido em 1993 pela emissora de televisão inglesa BBC. O documentário em questão é um relatório de todas as falcatruas e "mutretagens" da Globo. A sua relação com a política, a influência exercida sobre a população através da manipulação de informação, e outras chinelagens afins. É um ótimo dossiê para a pulverização das viseiras da ignorância.

domingo, 29 de abril de 2012

A MINHA ORIGEM

Claro que eu vim da minha mãe? NÃO! NÃO! É LÓGICO QUE NÃO! Na verdade eu nascí em Marte. E até os meus 5 anos fui criado por um casal de aliens, porém eles não aguentaram minhas peraltices e me despacharam feito oferenda. contrataram uma cegonha mutante pelo preço de P$(pilas)50,00 e pediram a ela que me levasse ao planeta medíocre(Terra). A cegonha por sua vez entregou-me para uma mulher de muito bom coração. minha futura mãe. Daí a partir deste dia, a cegonha libertou-se da sua forma mutante e começou a comer peixe de maneira frenetica. um belo dia... de tanto cometer o pecado da gula, morreu asfixiada.-Pobre cegonha.- Logo, minha mãe lascou-se para o resto de sua vida.

 (Pirado dos Pampas)
 ...

Por caminhos estreitos tento passar,
para minha alma, purificar.

Vejo chamas de fogo em uma trilha que ainda irei de passar,
elas não são para me assustar e sim para me avisar o que vem pela frente.
Para eu continuar sendo forte e valente.

Quando vou parar de ter medo?
Quando vou me orgulhar de morar nessa caixa redonda cheia de água?Não sei...
Pois nesta caixa, há fogos cruzados e discórdia.
Como vou conseguir viver assim?
Num objeto no qual a paz e alegria são uma utopia,
e a desgraça é uma história que não tem fim.

Pretensiosos guerreiros expõem suas cabeças e são lançados a morte,
por não ter um amor,e nem o amor próprio, que é o que lhes dão suporte.
vejamos então o que esse mundo rodeado de maravilhas se tornou?
Um mundo cheio de pessoas com coração tomado de ódio e rancor.

Enfim, as profecias estavam certas,vamos nos deparar de novo com a idade da pedra.
Se continuar assim...Nada vai restar,e logo,logo será o nosso fim.
 
(Pirado dos Pampas)
AQUELA QUE NÃO DEVE SER NOMEADA

Caí sobre teus pés. Fazendo mil juras de amor.
Pois entre nós, nunca existiu nenhum rancor.
Sempre fui fiel a ti. obedecendo em silêncio suas mais loucas ordens.
Porém, o teu nome, nunca descobri.

Agora já é tarde, Estou vendo o meu passado.
Um bar, uma mesa e um cigarro.
Um filme que jamais pensei em ter sido gravado.
Sem roteiros, sem dublês, e apenas legendado.

Sucumbí aos poderes do teu amor.
E agora, já não sinto mais nenhuma dor...

 (Pirado dos Pampas)
O Mestre Beberrão
   
   O mestre e o aprendiz estavam quietos e sentados no seu templo(bar), meditando sobre suas vidas insignificantes e sobre teorias irrelevantes, quando de repente o silêncio se quebra.

- Mestre! Mestre!
- O que houve seu porra?!
- Nada não... deixa pra lá!
- Então enfia os dedos na bunda e rasga seu troxa!
- Mestre! Mestre!
- Ahhh Diabo! O que houve agora?
- Nada não... acho eu que tive um colapso.
 - Puta que me pariu!
 - Mestre! Mestre!
- EEUUUU NÃÃÃOOO ACREDIITO SEU FILHO DE UMA PUTA! ME DIGA AGORA O QUE VOCÊ QUER OU TE CAPOTO NO SOCO! - Disse o mestre com uma tonalidade de voz serena, porém com os seus olhos pegando fogo.
- Tá bom mestre... Gostaria de saber o que tens pra me dizer em relação ao amor, o que é o amor?
- RÁ! RÁ! GLU GLU IÊ IÉ! PEGADINHA DO MALANDRO NÉ? TU NÃO FEZ TODA ESTA BOSTA DE RODEIO PRA ME PERGUNTAR ISSO, FEZ?
- Sim mestre. - TÁ! TÁ! TÁ! VAMOS ESQUECER TODA ESTA BAGAÇA E IR DIRETO AO PONTO... TU QUER QUE EU DIGA COMO EU VEJO O AMOR, É ISSO?
- sim, quero saber como você enxerga o amor.
- O MESTRE ACENDEU UM CIGARRO, OLHOU PARA O APRENDIZ E DISSE: - O AMOR PRA MIM É UMA GRANDE QUANTIDADE DE ESTERCO QUE RESIDE NO CORAÇÃO DE CADA UM. UM DIA... ALGUÉM VEM E FAZ COM QUE TODA ESTA MERDA VÁ PARAR NA SUA CABEÇA. E DAÍ DEPOIS QUE ESTE ALGUÉM FEZ TODA A CAGADA, SE RECUSA A LIMPAR. ENTENDESTE?
- Claro que sim meu divino mestre... então quer dizer que eu sempre devo andar com papel higiênico, NÃO É?
- É! É... PODE SER... PODE SER...

 (Pirado dos Pampas)
Divagações sobre o nada

Talvez sim... talvez não, então de repente... ah! Acho que sei lá!
Tenho toda a certeza de que não sei, ou sei?
Ah! Não sei se sei do que não sei! E você? Sabe? Não sabe?
Porra! Tu nunca sabe de nada...

 (Pirado dos Pampas)